A segurança e a privacidade na Internet são as principais preocupações atualmente. Afinal, mantemos muitas informações pessoais em nossos telefones e computadores. Se a privacidade é importante para você, recomendamos o uso de uma VPN (Rede Privada Virtual). É um termo que provavelmente você já ouviu falar no contexto de privacidade e talvez até de geolocalização.

Antes de mergulhar no que uma VPN faz, vamos ver por que você pode precisar de uma. A maior parte do que as pessoas fazem na Internet não precisa ser escondida.

E se você quisesse acessar algo um pouco mais sensível, no entanto? Digamos que você esteja procurando informações sobre uma doença, um problema emocional ou um assunto que seja tabu em seu país.

Ter seu provedor sabendo quais sites adultos você está visitando também não é o ideal. Talvez você só queira receber atualizações em seu dispositivo que ainda não estão disponíveis em seu país, certo?

De repente, a ideia de um pouco de privacidade e flexibilidade de geolocalização se tornou mais importante.

Afinal, o que é uma VPN?
Então, o que é VPN? Uma rede VPN permite que seus dados passem por uma conexão criptografada. As informações saem de seus dispositivos para outro ponto na Internet, provavelmente em outro país.

Após esse processo as informações chegam à Internet pública e o resultado dessa conexão criptografada é que seus dados têm o endereço IP atribuído à outra extremidade do túnel, não à sua casa.

Isso significa que quando você se conecta a um servidor da web, o endereço IP que ele vê é do endpoint da VPN. Portanto, se você acessar um site confidencial, seu endereço IP e localização não serão expostos.

Durante uma viagem, se você tiver problemas de geolocalização, pode se conectar a um servidor VPN em seu país. Dessa forma, acessará o conteúdo e parecerá que você está de volta em casa.

Há também outro benefício surpreendente e alguns serviços online cobram valores diferentes dependendo da sua localização, ferramentas e necessidades.
Existem alguns exemplos de como os usuários obtêm passagens aéreas por um custo significativamente menor, usando uma VPN e mudando para outro local.

Outras acessam atualizações e ferramentas exclusivas de alguns sistemas disponíveis apenas em alguns países.

Como escolher a VPN certa?
Muitos elementos determinam qual é a melhor VPN para você. Existem centenas de opções disponíveis e torna a escolha de uma um pouco mais difícil.

VPNs gratuitos vs pagos
VPNs pagos oferecem uma qualidade de serviço muito melhor, sem anúncios, limite de dados ou aceleração de velocidade e mais recursos de segurança e privacidade.

Existem algumas opções decentes que são gratuitas, mas é importante ter um provedor VPN confiável. No entanto, um serviço pago é uma maneira muito melhor de ir se você leva a sério sua privacidade e segurança online.

Privacidade
As melhores VPNs mantêm nenhuma atividade ou registros de conexão como ExpressVPN, NordVPN e IPVanish.

Outros podem manter apenas registros de conexão, portanto, depende se você está confortável com isso. Aqueles que mantêm todos os registros são totalmente proibidos.

Onde a VPN está baseada
Este é outro fator importante, pois as leis de privacidade e retenção de dados do país podem entrar em jogo. ExpressVPN é baseado nas Ilhas Virgens Britânicas, o que é bom. O IPVanish promete registro zero, mas é baseado nos EUA, o que pode ser preocupante.

Segurança
Você obtém recursos de segurança diferentes com VPNs diferentes. Você deve procurar recursos como interruptores kill.

Isso ajuda a proteger seus dados, mesmo se a conexão VPN cair, bloqueando todo o tráfego da Internet. Alguns adicionam proteção contra vazamento de IPv6 e DNS à mistura.

Outros têm recursos ainda mais avançados, como ofuscação, servidores especializados, servidores duplos e muito mais.

Existem aspectos negativos em usar uma VPN?
VPNs são a melhor maneira de lidar com questões de privacidade e segurança online. Nada é perfeito, porém, e as VPNs não são diferentes. A maior desvantagem de usar uma VPN é a velocidade. Basicamente, você está enviando seus dados para outro local antes de irem para o servidor da web correto.

Isso, infelizmente, significa que as velocidades de conexão VPN sempre serão mais lentas do que a velocidade normal. As velocidades de conexão podem cair ou você pode não conseguir se conectar, mas felizmente, a maioria dos bons serviços VPN apresenta vários servidores em cada local.

Uma conexão VPN também pode cair inesperadamente e se você não notar essa mudança, você continuará a usar a Internet enquanto pensa que suas informações estão seguras.

Mais uma vez, a maioria das VPNs tem uma maneira de contornar esse problema com algo chamado kill switch. Esse recurso basicamente bloqueia todo o tráfego da Internet se a conexão VPN cair e só funciona novamente quando se reconectar.

Atualizando dispositivos e sistemas operacionais
Os entusiastas de tecnologia buscam sempre usar as últimas ferramentas oferecidas e sempre estão por dentro das atualizações que sairão no mercado. Alguns sistemas implementam novas tecnologias baseados em critérios geográficos. Como dissemos anteriormente, com uma conexão VPN é possível se conectar a um servidor em qualquer país.

Dessa forma, é possível atualizar seu celular, por exemplo, mesmo estando em uma área onde a atualização ainda não está disponível. Basta ter acesso a uma rede VPN e acessar o local desejado.  

Pode te interessar

TIVIT tem vagas e busca profissionais especializados em segurança digital

Sem data para acabar, home office expõe segurança de empresas e funcionários

Como garantir a segurança de dados no trabalho remoto?