Se tivemos algo de positivo com a pandemia foi o impulsionamento da transformação digital em diversos setores. Com o isolamento social, grande parte das empresas apostaram na digitalização para se adaptar, continuar funcionando e atender à demanda de seus clientes. A construção civil não ficou de fora dessa tendência.

Fazer parte desse processo de inclusão digital foi uma das estratégias adotadas mais eficientes como forma de garantir que as empresas chegassem a seus clientes, que hoje se encontram principalmente nas redes sociais e em outras plataformas de notícias. Essa é uma prioridade já adotada por 72% das companhias mundiais, segundo dados da consultoria IDC.

Por mais que essa transformação tenha ganhado força principalmente nos últimos anos, a construção civil já vinha se preparando para essa mudança há muito tempo. Neste cenário, o papel da pandemia foi impulsionar a adoção e implementação dessas práticas, fazendo com que o setor se adaptasse à essa alta demanda frente ao isolamento social para que continuasse fornecendo todo o suporte e ajuda necessários aos clientes.

Ferramentas como CRM e gestão de dados foram alguns dos maiores investimentos do setor. Isso porque elas permitem que os clientes consigam esclarecer dúvidas e obter qualquer tipo de informação mesmo à distância – podendo entrar em contato com os compradores e realizar tours virtuais, enviar orçamentos e até mesmo acompanhar o andamento de diversas obras em tempo real.

Mesmo tendo sido pego de surpresa, essa preparação do setor – junto com uma mentalidade mais aberta para o uso da tecnologia e ferramentas inovadoras em seus processos – fez toda a diferença para que estivesse preparado para lidar com essas mudanças e demandas. A transformação digital está cada vez mais presente no cotidiano do setor e a única forma de garantir seu funcionamento e crescimento é por meio do foco no fornecimento de informações completas e corretas.

Afinal, é somente com a análise de dados em tempo real que as empresas conseguirão avaliar as melhores ferramentas a serem adotadas para o seu negócio, de que forma os clientes serão impactados, e o que ainda deve ser investido para conquistar os resultados desejados. Quando aplicada de maneira organizada e planejada, as empresas podem elaborar todo o plano de ação para seu crescimento, e inclusive ter um aumento de até 50% em sua produtividade, segundo um estudo feito pela McKinsey Brasil.

As facilidades e agilidades proporcionadas pela tecnologia são uma tendência que será cada vez mais demandadas pela construção civil, uma vez que se tornaram grandes aliadas na tomada de decisões. É necessário buscar um equilíbrio entre o digital e o analógico, de forma que esses sistemas contribuam cada vez mais para o crescimento do setor e para um relacionamento próximo e próspero com seus clientes.

Wanderson Leite é CEO da Prospecta Obras

Pode te interessar

Transformação Digital não é apenas digitalização

Cinco lições da pandemia para a transformação digital do atendimento ao consumidor

Os próximos passos da transformação digital e IoT no Brasil