A TIVIT anuncia uma linha de negócios voltada à cibersegurança. O novo portfólio trará novas soluções de segurança virtual, assim como consultoria para assuntos de compliance e governança, com atenção para temas em alta como a LGPD. A companhia vai oferecer soluções de cibersegurança de última geração, com um portfólio que representa a segurança digital moderna.

Entre os serviços já disponíveis para clientes estão esforços de monitoramento ininterrupto de ataques cibernéticos, proteção de infraestrutura, dados e acesso, contenção e resposta a incidentes de segurança, entre outros. Com a nova LOB - Line of Business -, a TIVIT adiciona a seu portfólio próprio a plataforma antifraude e de validação de transações TIVIT Stone Age Antifraud Platform, desenvolvida pela Stone Age, startup adquirida pela TIVIT em maio de 2019.

Para os próximos meses, a TIVIT vai começar a oferecer tecnologias de segurança digital modernas, com atenção para eficiência no combate às ameaças cibernéticas. Para isso, novos produtos usarão inteligência artificial (IA) no combate a ciberataques e na detecção de vulnerabilidades. Outra frente na qual a TIVIT desenvolve novos produtos é na inteligência de ameaças.

As soluções mais modernas de cibersegurança devem integrar o pacote de Elite Security Services, especializado no monitoramento e proteção de clientes no mundo digital, incluindo análise de informações em redes como deep web e dark web. Outro ponto importante é a contenção e correção de vulnerabilidades em tempo real.

"Há cerca de dois anos a TIVIT tem repensado sua linha de negócios de serviços de segurança a partir da análise de necessidades internas, somadas às demandas de mercado. O resultado é um portfólio que mostra como é pensar a segurança digital de forma moderna e com a inteligência de tecnologia.", afirma Armando Amaral, Diretor de CyberSecurity da TIVIT. "A pandemia da Covid-19 acelerou a adoção de ferramentas digitais por parte das empresas e dos consumidores brasileiros. É uma tendência sem volta. Este período mostrou o aumento de ataques virtuais a empresas dos mais diversos setores, isso porque também existe uma parte da população trabalhando de casa, muitas vezes com dispositivos próprios. Por conta disso, as empresas no Brasil devem estar profundamente atentas às suas necessidades de segurança digital."

Finalizando o novo portfólio, a TIVIT vai oferecer serviços no campo de governança, riscos e compliance. Esta área vai estar atenta a assuntos como PCI DSS (padrão de segurança do setor de pagamentos) ou a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que deve entrar em vigor nos próximos meses no Brasil. Além de consultoria sobre o tema, a área oferece acompanhamento de governança como serviço.

Pode te interessar

Sem data para acabar, home office expõe segurança de empresas e funcionários

Teleatendimento começa a ter segurança de dados em ambientes domésticos

Digitalização das operações: quando a segurança das aplicações vira o alvo